quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Gajos, podres, bons, sorriso, gay

(o conto do Francisco)

O calendário estava quase pronto. Por solidariedade, dizia para si próprio. Só fazia isso por solidariedade. Os miúdos precisavam de um campo de futebol novo, andavam a jogar à bola naquele terreno de terra batida, nem balizas tinha, apenas umas traves colocadas toscamente, com umas redes velhas, era uma tristeza de meter dó. Só assim se compreendia ele estar a participar rodeado de rapazes nus, nus, como vieram ao mundo. No fundo, sabia ao que vinha, um calendário gay, com Adónis a cair para o lado de bons, com sorrisos de fazer derreter o mais empedernido dos machões. 

Bem, lá terá que ser, esta camisola de lenhador é quente, mas ficará desabotoada, assim, de lado, não fica mal, está perfeito. Sorriem-lhe, incentivam-no, brincam, aproximam-se, senhor Janeiro, com o machado ao ombro, sorriso cativante, é ele.

Virou-se mais uma vez, agora o outro lado e já está. Afinal, não foi tão difícil assim. Tem pena de estar a terminar. Olhou disfarçadamente para o senhor Março, Março, garanhão, manhãs de inferno, tardes de ilusão. Riu para si, por que não? Queria viver. Senhor Março, podia ser uma bonita amizade.


A sessão terminou. Janeiro e Março saíram juntos, trocaram sorrisos e sabores a menta e a cafeína.


Combinaram encontrar-se nas obras do novo campo de futebol, mas o campo foi construído, outros senhores apresentados, o de Julho, particularmente, deixou um calorzinho na barriga dele, logo colmatado pelo calafrio que o senhor Novembro lhe provocava, ele bem sabia onde.

11 comentários:

  1. Ahaha! Muito giro e adequado ao mote que Francisco te deu :D Parabéns e quero um calendário desses para 2013 =)
    Bjs.

    ResponderEliminar
  2. numa altura em que proliferam calendários, este é mais um! :D tb me diverti muito a escrevê-lo.
    bjs.

    ResponderEliminar
  3. Excelente e totalmente apropriado para o Francisco.
    A propósito conheces o célebre "Dieux du Stade"?

    ResponderEliminar
  4. este conto foi muito rápido (bolas, ideias preconcebidas, mas o Francisco é que tem a culpa!) :D
    célebre, mas não conhecia, até ao momento. já wikipediei!
    bjs.

    ResponderEliminar
  5. Adorei a ideia lol
    Acho que só falta estar ilustrado com os 12 rapazes (como vieram ao mundo :)
    bjs

    ResponderEliminar
  6. ui, q isto é um blogue familiar, sad :D. o francisco trata disso.
    bjs.

    ResponderEliminar
  7. Divinal, fiquei sem palavras :)

    Beijinhos Grandes

    ResponderEliminar
  8. gostei muito dos meses e das elipses. num conto, o que fica por dizer é tão importante como o que é dito, e dar ao leitor a hipótese de completar a história é o seu segredo.

    ResponderEliminar